Um lugar chamado CBGB

Existem lugares que viram referência com o tempo e onde todos querem estar. Nunca são esquecidos, nem mesmo quando não mais existem. O número 315 da Bowery, em Manhattan, era um desses lugares. Era o endereço do adorado CBGB, o berço do punk rock e do new wave nos EUA.

Foto de Adam Di Carlo, tirada em 10/01/2005

Continuar lendo

2013 ao gosto do freguês: calendários bacanas para baixar ou se inspirar

Pois é, janeiro está quase chegando ao seu fim… A essa altura todo mundo já deve ter descolado um calendário, mesmo que seja daqueles mais simples, oferecidos como brinde pelos estabelecimentos comerciais. Mas que tal fugir um pouco do tradicional e adotar um com visual mais bacana, menos institucional e pragmático, para usar no resto do ano? E você não precisa, necessariamente, comprar um calendário caro só por ele ser diferente.
Reuni alguns calendários bonitos e criativos que podem ser baixados gratuitamente, ou mesmo servir como inspiração para (re)criar o seu. Todos os sites que estão oferecendo os calendários (com exceção do primeiro) estão em inglês; mas sem maiores dificuldades. É só escolher🙂

Calendário 2013 com ilustrações de inspiração vintage

A agência de design Impulso Criativo está disponibilizando um belo calendário, com diagramação e cores elegantes e ilustrações de inspiração vintage. Ele está em formato PDF e pode ser impresso em tamanho A3 (cada mês vem em uma folha diferente). Para obtê-lo, você só precisa compartilhar a iniciativa via Twitter ou Facebook. E essa é a forma de “pagamento”: simplesmente passar a ideia para frente!

Ah, e você pode escolher entre a versão em português e em inglês! Pegue aqui o seu!

Continuar lendo

A música mais regravada do rock

Na sexta-feira, dia 13, comemoramos o Dia Mundial do bom e velho Rock and Roll. Aliás, belo dia para celebrar o rock! Aproveito a ocasião para contar a história de um dos maiores clássicos do repertório roqueiro e uma das músicas mais regravadas de todos os tempos. Estou falando de “Louie, Louie”, que nasceu no rhythm and blues e foi ganhando versões em garage rock, punk rock e até em reggae. E versões é que não faltam; em 1996 já se contavam cerca de 1.600! Você já deve ter ouvido alguma delas. Se ainda não ouviu, poderá se divertir pesquisando as pérolas no Youtube. Na lista das 500 maiores canções de todos os tempos, da revista Rolling Stones, ela aparece em 55º lugar.

O pai da canção foi Richard Berry (1935 – 1997), que a escreveu em um guardanapo, em 1955, e só a gravou dois anos depois, colocando-a no lado B do single “You are my sunshine”, com sua banda Pharaohs. Continuar lendo

A alegria dos portadores de TOC

O universo dos tumblrs é uma fonte inesgotável de coisas engraçadas, bizarras ou inusitadas. Para quem ainda não conhece, um tumblr é uma mistura de blog e twitter, onde a ênfase é na imagem.

O Things Organized Neatly (algo como “coisas organizadas perfeitamente”) é um tumblr que prende a nossa atenção com suas imagens. Ele reúne fotografias de objetos dispostos em uma organização que sempre segue uma lógica de simetria e conceito. As fotografias são variadas e têm diversas origens, mas a impressão que dá é que todas foram “arrumadas” por um obsessivo por organização.

Continuar lendo

Coisas estranhas que clientes falam em livrarias

“Eu li um livro nos anos 80. Eu não me lembro do autor, nem do título. Mas era verde e me fez rir. Você sabe de que obra estou falando?”

Parece brincadeira, mas foi uma pergunta sincera de um cliente num balcão de livraria. E quem estava do outro lado para ouvi-la era Jen Campbell, uma jovem escritora britânica que começou a trabalhar em livrarias quando fazia seu mestrado em literatura inglesa.
Continuar lendo